Auxílio doença – O que é e como solicitar

auxilio doença

31 comentários em “Auxílio doença – O que é e como solicitar

  1. Gostaria de saber se o benefício de Roberta Dos Santos estar ativo , ela é auditiva visual tem onze anos , diz que tem dois meses que nao ,tira obeneficio , gostaria que informassem se tem alguém tirando . obrigado.

  2. tenho dores cronicas na coluna fiz o exame e pego o resultado dia 5/10…..eu nao sou contribuinte e nunca trabalhei registrada ..eu posso receber o auxilio doença?

  3. Ola…
    Gostaria de saber, estou recebendo o auxílio doença, mas vai vencer no dia 17/10/15, e eu consegui outra perícia só no dia 02/12/15…queria saber se eu contínuo recebendo o benefício normalmente até a proxima perícia.

    Obrigado

  4. dei entrada no alçilio doença reçebi o cartao maia quero saber si tenho direito receber o mes 7 por favou aguardo uma resposta obrigada

  5. gostaria de fazer uma denuncia de uma pessoa que recebe o auxilio doença ,mas nao precisa pois ela nao tem doença alguma ela trabalha ,e bem forte e saudavel ,mas toda vez que que marcam a pericia ela pega diazepam com uma amiga ,e se dopa ,a filha a acompanha ,e simulam uma depressao ,pois o cartao do beneficio fica direto pra filha ,ela nunca precisou ,e possivel fazer a denuncia aqui mesmo no inss de casa branca,como devo proceder.atenciosamente Lucio Cabral.

  6. Meu pai está com diabetes e tem glaucoma estamos fazendo tratamento mais esta ficando complicado pra ele trabalhar. Quero saber se ele tem direito ao auxílio e como faço pra dar entrada na aposentadoria dele. Desde já agradeço.

    1. Olá! Sentimos não poder ajudar. Este site é meramente informativo para endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente com a previdência social no telefone informado ou pelo 135. Obrigado!

    1. Olá! Sentimos não poder ajudar. Este site é meramente informativo para endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente com a previdência social no telefone informado ou pelo 135. Obrigado!

  7. Olá,eu tenho dois atestados médicos os dois de quinze dias.o primeiro eu levei para a empresa e o segundo vou levar para a perícia médica . Será que vai ter algum problema?tem o Cid e falando que eu necessito de mais quinze dias.

    1. Olá, boa tarde! Este site é meramente informativo para notícias, endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente no telefone informado na página ou pelo 135. Obrigado!

  8. Sei que o nosso país passa por uma crise, mas tenho convicção que não é apenas uma crise financeira. É também uma crise de valores, de ética, de cidadania e de respeito aos direitos do cidadão. Hoje, estive com meu esposo na Agência do INSS de Bezerros – Pernambuco, para passar por uma Prorrogação de Perícia. O mesmo é portador de artrite reumatóide; no caso do meu esposo, algumas deformidades se fazem presentes sem falar nas constantes dores nas articulações. Hoje, após fazermos um mutirão para conseguir tirá-lo da cama e levá-lo a referida repartição, tivemos o desprazer de encontrar um perito que examina o paciente, analisa os exames, confere a medicação e depois diz que existe uma pendência em seu benefício e por isso as anotações foram feitas a punho, pois o sistema não aceitava e que após 4 dias, procurássemos uma agência mais próxima de nossa cidade (Tacaimbó) para saber do resultado. Ao colocar meu esposo no carro, voltei e pedi para falar com o gerente, pois gostaria de saber qual a pendência existente. A atendente solicitou o nome do beneficiário, qual o assunto e foi ela mesma falar; na volta, informou que a pendência já havia sido resolvida. Perguntei se podia esperar o resultado e a moça disse que sim, logo sairia. Não fiquei surpresa quando outra funcionária surgiu, informando que o resultado já estava no sistema e que eu ligasse para o 135. O resultado, nós já imaginávamos qual seria, pois esta não foi a primeira vez que meu esposo “precisou” dos serviços do perito que o atendeu. Ao chegar em casa e ligarmos, fomos informados que o benefício dele foi indeferido (cortado, suspenso). Respiro fundo para não usar de vocábulos chulos, mas é revoltante. O médico vê a situação “miserável” em que o beneficiário se encontra e como se os R$ 932,00 fossem sair do bolso dele, ele simplesmente ignora e corta o benefício. Meu esposo tem 49 anos, é funcionário público e portador de uma doença que o impossibilita de trabalhar. Segunda-feira, a instituição municipal onde ele trabalha vai ser informada oralmente, (porque nem impresso o resultado foi) de que ele não consegue andar, que sente dores fortíssimas diariamente, mas que o INSS afirma que ele tem possibilidade de se manter no trabalho. Não estou pedindo piedade, estou pedindo “JUSTIÇA”. Sem trabalho, sem benefício e com despesas médicas de mais de R$ 500,00 ao mês. O QUE FAZER? Não fomos ao INSS de Bezerros pedir favor, mas esperávamos encontrar profissionais éticos. A partir de hoje usaremos de todos os nossos direitos e espaços para provar que estamos com a verdade. Gostaria de ter feito esse relato ao médico que atendeu meu esposo ou ao gerente do INSS, mas, como isso é negado ao acompanhante… Fica aqui registrado o meu desabafo, a minha indignação e o meu repúdio para com aqueles que “brincam” com a vida das pessoas.
    Respeitosamente,

    Maria José dos Santos e Silva – Tacaimbó- PE.

    1. Olá, boa tarde! Infelizmente não podemos ajudar. Este site é meramente informativo para notícias, endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente no telefone informado na página ou pelo 135. Obrigado!

    1. Olá, boa tarde! Infelizmente não podemos ajudar. Este site é meramente informativo para notícias, endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente no telefone informado na página ou pelo 135. Obrigado!

  9. Gostaria de saber se eu tenho direito a esse beneficio eu tive um acidente a 1 ano e meu braço esquerdo não abre mais 100% devido a platina q esta nele não trabalhava antes desse acidente. E não posso agora devido a condição do meu braço que não posso carregar peso.

    1. Olá, boa tarde! Este site é meramente informativo para notícias, endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente no telefone informado na página ou pelo 135. Obrigado!

    1. Olá, boa tarde! Infelizmente não podemos ajudar. Este site é meramente informativo para notícias, endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente no telefone informado na página ou pelo 135. Obrigado!

  10. fazia mais de um ano e meio que não trabalhava de carteira assinada e sofri um acidente na virada do ano de 2014 pra 2015 e até fiquei uns meses no benefício, mas eu tentei voltar a trabalhar por conta e risco, mas não tive sucesso, pois meu quadro era muito complicado, por ter perdido uma vista, um lado da audição, e com sequelas de enxaquecas e labiritites, sindrome do panico, pois meu acidente foi uma tentativa de omicidio….
    maio desse ano comecei com muito custo trabalhar no supermercado Imperatriz de operador de caixa fichado, como não estou apto, choro por qqualquer coisa não tenho mais vontade de nada, preciso continuar meus tratamentos, eu tenho direito há um auxílio a doença?

    1. Olá, boa tarde! No seu caso o ideal é entrar em contato com a previdência. Este site é meramente informativo para notícias, endereços e telefones, não temos vínculo com a instituição Previdência Social. Por favor, tente contato diretamente no telefone informado na página ou pelo 135. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>